Desemprego Involuntário

Para abertura do sinistro Desemprego Involuntário, o segurado deverá enviar à BNP Paribas Cardif alguns documentos importantes. Siga as orientações abaixo.

Você pode acionar o seu sinistro de desemprego involuntário aqui mesmo, pela internet, de maneira rápida e fácil.

Acionar o Sinistro

 

1 - Documentos Necessários

Documentos obrigatórios:

Empresas

Cópia simples:

  • Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho devidamente homologado com a discriminação das verbas rescisórias. No termo, deverá constar assinatura e carimbo da empresa com o CNPJ ou ser homologada pelo sindicato da categoria.

Empregada(o) Doméstica(o)

Cópia simples:

  • Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho emitido pelo E-Social (entregue pelo empregador quando ocorre o desligamento).

 

2 - Autorização para Crédito em Conta

Este passo é destinado apenas aos produtos:

  • Cred Seguro (Magazine Luiza)
  • Lojas Maia Proteção Financeira Cartão (Lojas Maia)
  • SuperProteção - Eletrosom proteção Financeira Cartão (Eletrosom)

Preencha e imprima o documento abaixo*.

Preencher Formulário

*Somente enviar, quando o beneficiário do seguro, for o próprio segurado (Consulte o seu Certificado de Seguro).

 

3 - Envio de documentos

Envio pelo correio

IDENTIFIQUE FORA DO ENVELOPE O TIPO DE SINISTRO - SINISTRO DESEMPREGO.

Seguros Totalseg:
Caixa Postal 66013 CEP.: 05314-970 - São Paulo - SP
Exemplo: DESEMPREGO 29941108706

Seguros das demais empresas:
Caixa Postal 66049 - CEP.: 05314-970 - São Paulo - SP.
Exemplo: CARDIF DESEMPREGO 29941108706

IMPORTANTE:
Todos os documentos enviados não serão devolvidos. Eles serão anexados ao dossiê do processo de sinistro. A Seguradora se reserva o direito de solicitar, no caso de dúvida fundada e justificável, qualquer outro documento que se faça necessário para a regulação do sinistro, para a completa elucidação do evento ocorrido.

Os documentos devem ser enviados preferencialmente com AR (Aviso de Recebimento), para facilitar o rastreamento. Não é necessário o envio por SEDEX.

Obs.: Lembramos que o envio da documentação não caracteriza elegibilidade ao pagamento de indenização. A conclusão do processo está condicionada a análise dos documentos recebidos.